Vereador Plácido discursa sobre suas visitas a obras de saúde

O parlamentar fiscalizou obras públicas de postos e hospitais entre dezembro de 2019 e janeiro deste ano e cobrou em discurso na tribuna que a ampliação do Gonzaguinha do José Walter fosse iniciada

Foto: Wendeson Cruz / Ascom Plácido Filho

O vereador Plácido Filho (PSDB) defendeu na manhã desta terça, 4, em discurso na tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFOR), a necessidade de infraestrutura para a saúde pública. Em seu tempo de fala, o parlamentar destacou as visitas realizadas por ele durante o recesso parlamentar, ocorrido entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020, a unidades municipais de saúde.

Durante o período, Plácido Filho visitou postos de saúde, Frotinhas e Gonzaguinhas. No bairro Granja Lisboa, por exemplo, o posto de saúde Dom Lustosa estava fechado desde 2018 para reforma. Após reclamações da comunidade local, o vereador foi ao equipamento e, uma vez constatando que os atendimentos não estavam sendo realizados mais de um ano depois, procurou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e a imprensa local. Dias depois, o posto entrou em funcionamento. As unidades Argeu Herbster, no Bom Jardim, e Guarany Mont’ Alverne, também na Granja Lisboa, foram visitados.

No âmbito de Frotinhas e Gonzaguinhas, os hospitais localizados no Antônio Bezerra, na Barra do Ceará, no José Walter, na Parangaba e na Messejana foram também visitados. As obras, segundo apurações de Plácido Filho, estão programadas para serem entregues no prazo, à exceção do Gonzaguinha José Walter, cujas assinaturas de ordem de serviços foram realizadas, mas as obras não tiveram início. O Hospital Infantil, localizado no Jóquei Clube, também deve, de acordo com informações oficiais, ser entregue dentro do cronograma.

“Minha fiscalização como vereador de Fortaleza a obras públicas de saúde continua este ano. Nos próximos dias, irei em busca da SMS a fim de ter uma resposta oficial das razões pelas quais as obras do Gonzaguinha do José Walter ainda não começaram. O bairro é populoso demais para ficar na expectativa da melhoria dos serviços. A situação é urgente”, pontua Plácido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *